3 de março de 2012

a vida da gente

Ana, Iná e Manuela. Foto: Divulgação/Rede Globo

Último capítulo da novela "A Vida da Gente". O diálogo transcrito abaixo pode ser visto a partir de 12:45 do vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=BaKJpxIDm_U&feature=fvwrel

Manuela: Mas é impressionante, né. Até quando ela tenta ser gentil ela tem que dar uma estocada.
Iná: Deixa pra lá, não liga.
Manuela: Será que ela não consegue se conter?
Iná: Talvez esse seja o aprendizado mais difícil: entender que a sua mãe vai ser sempre assim. E aceitar a nossa impotência, enfim, porque não vai haver melhora. Isso foi o melhor que ela pôde fazer, apesar de parecer deplorável.
Ana: Tem razão, vó. Mas é incrível, né. Ela nunca aprende. Ela nunca paga a conta.
Iná: É, de fato. Ela nunca aprende coisa alguma. Quanto a pagar a conta, pode ter certeza que ela faz isso o tempo todo. Imagina, ser a Eva 24 horas por dia. Imagina estar na pele dela. Gente feito ela é punida diariamente, porque está sempre em guerra, se defendendo ou atacando. Nunca tem sossego. Nunca está em paz.
Ana: Infelizmente você tem razão, vó. Mas sabe o quê que eu acho? Que a gente tem que criar uma estratégia de sobrevivência. Começar a lidar com ela como um caso clínico mesmo, com distanciamento, sabe? Manuela, a gente não pode morder essa isca neurótica que ela lança na nossa direção o tempo todo.
Iná: Exatamente. Bom, a ausência de um convívio seria lastimável, seria duro demais, afinal de contas ela é minha filha, é a mãe de vocês. Mas principalmente, a gente tem que fazer com que essas mudanças partam da gente.
Manuela: Como assim, vó?
Iná: Não vamos nos abrir muito pra ela. Não vamos contar tudo, contar só uma parte. Só o indispensável. E nunca esperar que ela mude. Pra que a gente possa ser feliz, não é mesmo?
Manuela: Ô vó... sabe o que que eu acho? Acho que no fundo você é que é a nossa mãe.
Iná: Olha, vai ver que eu sou mesmo. Porque o importante é saber o quê que tem dentro dessa palavra tão forte: MÃE. Autoridade? Vontade de domínio? Ou afeto? Amor verdadeiro?