2 de julho de 2010

e silenciam as vuvuzelas

E o Brasil saiu da Copa. Finalmente silenciam as vuvuzelas. Meus ouvidos (e os de meus cachorros) agradecem.

Muitas pessoas a essa hora já arrancaram as bandeiras das portas de suas casas e de seus carros. Patriotismo no Brasil só existe de quatro em quatro anos. Agora, só em 2014.

As emissoras de televisão mostram imagens de crianças chorando. Até compreensível. São crianças. Difícil é aturar imagens de marmanjos aos prantos, já que a gente não vê essa mesma cena enquanto os governantes roubam nosso dinheiro, enquanto crianças morrem de fome, enquanto pessoas morrem na porta de hospitais por falta de atendimento médico.

Na Holanda, o povo comemora a vitória. O jogo acabou perto das 13h00, e as imagens mostradas às 14h00 revelaram que não havia mais ninguém no centro de Amsterdã comemorando a vitória. O brasileiro se espanta com uma comemoração tão rápida, já que aqui, mesmo com a derrota, ainda se vêem imagens de shows no centro das principais cidades brasileiras. Talvez seja isso que nos distancie de um país de primeiro mundo. Aqui, comemoraríamos a vitória até domingo. Lá, o povo volta ao que realmente importa.

Acorda, Brasil! Vamos parar de lembrarmos a nossa pátria amada somente em Copa do Mundo. Vamos nos importar e nos unir pelo que realmente importa! Esse é ano de eleições! Vista a camisa, pendure a bandeira na porta da sua casa, no seu carro, e vamos, juntos, mudar esse país.

Que a gente tenha orgulho de ser brasileiro 365 dias por ano. Todos os anos. E vamos fazer muito barulho contra a corrupção que impera neste país!

=========<() PÓÓÓÓÓÓÓÓÓÓÓÓÓÓ!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Rabisque você também!