10 de agosto de 2006

caminhos a seguir

Ontem estava passando pelo parque Celso Daniel quando passei por um casal andando abraçado.

Ela disse: "A gente vai conseguir tudo o que a gente quer, você vai ver".
E então completou: "Ai amor, eu só quero ser feliz!"

O que me chamou a atenção é que esse casal tinha por volta de uns 50 anos.
E ainda têm planos, sonhos, amam e buscam a felicidade.

O pulso ainda pulsa.

A idade não é a que a gente tem, mas a que a gente sente.
- Gabriel García Márquez