14 de maio de 2004

em pratos limpos

"Ás vezes nós fazemos certas coisas com boa intenção, com o intuito de ajudar o próximo, mas o mundo se revolta e tudo acaba conspirando contra nós. A velha história do bem vencer o mal parece às vezes dar errado...
Quando gostamos de alguém sempre queremos que esta pessoa fique feliz, que esteja sorrindo e saltando por aí... só que nem sempre é assim; por nos preocuparmos de mais com as pessoas acabamos nos prejudicando, e por isso devemos ficar calados, mesmo diante de situações que nos façam ser obrigados a gritar pelo mundo.
A realidade é que as coisas são mais complexas do que nossos olhos podem ver, e vão além dos nossos sentidos... as pessoas não entendem os reais motivos das outras e acham sempre que queremos atrapalhar ou destruir suas vidas. O defeito é se importar demais. Mas quem liga pra isso? Meus motivos nunca serão os seus, minhas intenções são diferentes, e pode ter certeza, são sempre as melhores possíveis.
A conclusão deste belíssimo conjunto de palavras exposto acima é que ás vezes não vale a pena, não por nós, mas pelos outros. E que infelizmente as pessoas não entendem o que queremos dizer com nosso silêncio.
A intenção era defender um amigo, fazer com que as coisas fossem postas em pratos limpos... mas acabou que o mundo despencou, e nossas razões se tornaram inimigas.
O mal entendido acontece, afinal, a cabeça fica quente, tapam-se os ouvidos, cegam-se os olhos e as únicas palavras ditas são as tão conhecidas como desaforos ... Desculpe se estiver errada, ou se alguém não concordar, mas por mais certo que se esteja, deve-se sempre se colocar do outro lado, e mais que isso, entender que nada seria feito se não fosse a preocupação com o bem estar e felicidade do outro.
As pessoas precisam aprender a ouvir, e tomar cuidado com aquilo que dizem, fazem e escrevem ao redor do mundo.

* Pq minha amiga chorou no telefone comigo
* Pq não é justo nada do que está acontecendo
* Pq é muito FODA querer ajudar alguém e acabar se fodendo porque as pessoas não nos entendem

Má, p/ vc... Kel, vc tb... pode contar comigo e quando alguém resolver escutar vocês, pode ter certeza que vai perceber o quão errado estava, e se não acontecer... sinto muito, mas a estupidez tomou a mente de mais um de nós."

Mariana de Moraes